60 anos da Academia de Letras do Triângulo Mineiro

Osmar Baroni, João Eurípedes e Olga Maria Frange de Oliveira. O presidente recebendo novos acadêmicos

Escritores e leitores em festa. A Academia de Letras do Triângulo Mineiro comemora seu 60º aniversário. Fundada em 15 de novembro de 1962 em Uberaba, Minas Gerais, a ALTM tem sido guardiã da memória literária local e regional, através de seus membros: patronos, fundadores e demais acadêmicos.

Instituições existem por haver quem nutre afeto por elas. Na medida em que não há desvelo, atenção, cuidado, instituições vão se esvaindo tornando-se pequenas chamas, apagando-se aos poucos até ao derradeiro lampejo de luz. Viva e atuante, a ALTM enfrentou com galhardia momentos difíceis nesses últimos anos e comemora o aniversário com cores vivas e a hospitalidade de sempre. Essa situação deve-se a quem ocupa a presidência, desde 2017, o escritor João Eurípedes Sabino.

Fonte da imagem: Jornal da Manhã

Sem a menor pretensão de diminuir a atuação de outros, quero nesse momento enfatizar o trabalho do atual presidente, seu cuidado e afeto para com a Academia, seu respeito e carinho pelos demais componentes, seus pares. Reitero que as instituições são o que são aqueles que a representam. João Eurípedes Sabino, sou testemunha, atende com presteza e cortesia toda e qualquer pessoa, seja membro, visitante ou mero curioso. Nos períodos mais difíceis, na triste pandemia da qual ainda temos sinais, o presidente manteve acesa a chama que norteia os trabalhos da ALTM: realizou publicações, concursos, reuniões virtuais, elegeu novos membros sem jamais deixar de prestar assistência aos demais.

Parabéns, João Eurípedes Sabino!

Parabéns, Academia de Letras do Triângulo Mineiro!

João Eurípedes Sabino, do Triângulo Mineiro para o Trem das Lives

Um encontro com o escritor João Eurípedes Sabino, Presidente da Academia de Letras do Triângulo Mineiro acontecerá no próximo domingo, 23 de maio, 18h00, na página do Instagram do Trem das Lives. As principais obras, o lançamento da Revista Convergência e os próximos projetos literários do escritor serão abordados na live.

O CONVIDADO JOÃO EURÍPEDES SABINO

Engenheiro Civil e Engenheiro de Segurança, Perito Judicial, Professor Universitário, Auditor Fiscal do Trabalho aposentado, sobretudo João Eurípedes Sabino é um escritor. Nascido em Uberaba, Minas Gerais, onde reside e exerce a presidência da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, ocupando a cadeira n° 32, o escritor mantém uma agenda cheia, sendo articulista do Jornal da Manhã e cronista da Rádio Sete Colinas. É membro fundador e preside o Fórum Permanente dos Articulistas de Uberaba e Região.

Nascido em 1949, João Eurípedes publicou sua primeira obra em 1987: Da Pertinência e Objetividade dos Quesitos nas Ações Possessórias e de Retratação é uma importante contribuição na formulação de quesitos judiciais. Em seguida, João Eurípedes publicou uma série de livros destacando-se em poesia e prosa.

Aos 17 anos de idade descobriu que no mapa da cidade natal, algumas ruas e avenidas formam o desenho nítido de uma ave. Foi o mote para publicar, tempos depois, “A Pomba da Paz de Uberaba”. Anos de pesquisa em presídios, hospitais e institutos envolvendo andarilhos, familiares desses e encontros com alguns resultaram no livro “O Andarilho, quem é ele?”. Entre os demais livros publicados pelo autor está a biografia de José Formiga do Nascimento, o Zote, figura proeminente de Uberaba que foi descrita no livro “O Zote que eu Vi”.

Defensor ardoroso da cultura em todos os sentidos. A literatura, o meio ambiente e o patrimônio histórico, têm sido bandeiras prioritárias para ele.

Ex-membro da Sociedade dos Amigos da Biblioteca Municipal de Uberaba, João Eurípedes Sabino integrou o Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico da cidade e possui algumas condecorações, dentre elas: Diploma e medalha de honra ao mérito no Exército Brasileiro; Medalha Major Eustáquio, pela Câmara Municipal de Uberaba, em 1992 e a Medalha Comemorativa dos 150 Anos de Uberaba, pelo Poder Executivo Municipal, em 2006.

A Academia de Letras do Triângulo Mineiro e a Revista Convergência.

Fundada em 1962 por um grupo de intelectuais de Uberaba, tendo entre seus membros Mário Palmério, o imortal da ABL – Academia Brasileira de Letras, a Academia de Letras do Triângulo Mineiro vem, desde então, divulgando os escritores e obras regionais, cumprindo um papel importante e fundamental no Brasil Central.

Entre os trabalhos da ALTM destaca-se a Revista Convergência, uma das publicações oficiais mais antigas feitas pelas Academias de Letras em todo o Brasil. Nestes tempos pandêmicos teve uma edição virtual, mantendo o espírito de trabalho da entidade. A edição n° 31 será comentada por João Eurípedes durante a live.

O TREM DAS LIVES

O Trem das Lives surgiu em outubro de 2020 visando divulgar lançamentos de livros, peças de teatro e demais atividades artísticas e manifestações culturais. As lives são descontraídas, priorizando o tempo dado aos convidados, facilitando aos mesmos um espaço não comum nas mídias tradicionais. As viagens desse trenzinho ocorrem aos domingos, no Instagram, às 18h00, com duração de 1h. A divulgação é feita pelos idealizadores e convidados via Facebook, Twitter e o próprio Instagram. Os vídeos com registros das lives estão no Youtube.

SERVIÇO:

TREM DAS LIVES com JOÃO EURÍPEDES SABINO

Domingo, 23 de maio, 18h00 no https://www.instagram.com/tremdaslives/

Meu livro, minha arte: Os vencedores!

De Uberaba recebi, e divulgo com prazer, o resultado da quinta edição do Concurso de Contos “Meu livro, minha arte”, promovido pela Academia de Letras do Triangulo Mineiro.

Os vencedores em frente à sede da ALTM (Foto: divulgação)

Ato solene revestido de todos os cuidados e distanciamentos prescritos para a prevenção da COVID-19, a Academia de Letras do Triângulo Mineiro – ALTM – entregou, em sua sede, os prêmios aos vencedores do Concurso de Contos. Os três primeiros colocados receberam prêmios em dinheiro a saber: 1º lugar-Júlia Cardoso e Silva(R$ 2.000,00), 2º lugar- Raul Borges Puertas (R$ 1.500,00) e 3º lugar- Rebeca Nobre Torres Macena(R$ 1.000,00). Outros cinco participantes receberam Menções Honrosas por terem também apresentado trabalhos de excelente qualidade literária.

Ressalta João Eurípedes Sabino, Presidente da Academia que o nível do certame não ficou a dever a nenhum outro do gênero, uma vez que apresentaram 167 concorrentes, alunos do 8º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio das escolas públicas e particulares de Uberaba. Esse é um alto índice para a modalidade da escrita, qual seja, conto literário.

A sede da ALTM em foto de arquivo pessoal.

Para Gilberto de Andrade Rezende, tesoureiro, acadêmico e membro da Comissão Julgadora também presente, os jovens participantes do Concurso têm um futuro promissor diante do pendor literário demonstrado em todos os trabalhos.

A ALTM irá publicar uma coletânea dos contos vencedores e apoiará os jovens escritores na materialização de seus projetos literários.O ato solene foi revestido de todos os cuidados e distanciamentos prescritos para a prevenção da COVID-19.

Parabéns aos vencedores e aos organizadores.