No Olho do Furacão

O Jornal Nacional abre uma matéria com as enfermeiras do Hospital da Unicamp, em Campinas, no interior de São Paulo. Gatilho é a palavra da hora para me ligar diretamente ao assunto e vejo, em um grupo de profissionais entrevistadas no jardim da instituição, a silhueta de alguém que pode ser a minha sobrinha. Redobro…

Um bonde de lembranças

A Rua Ari Barroso, no bairro Taquaral, em Campinas, me é bastante cara. Nela moravam meus avós. A casa ficava em esquina com a Rua Antonio Bonavita. A linha da Companhia Mogiana corria paralela à Rua Ari Barroso e do alpendre da minha avó avistávamos as pessoas chegando ou saindo da cidade. O trem passava…

Claudio Barros expõe em Campinas

Feliz e orgulhoso em poder divulgar o trabalho de Claudio Barros, artista cuja trajetória acompanho desde quando ele chegou de Ouro Preto, onde havia iniciado carreira profissional. Artista plástico carioca radicado em São Paulo, Claudio trabalha com xilogravuras, têmpera acrílica e desenhos à óleo sobre papel. Começa hoje, 19 de março, a exposição CLAUDIO BARROS, PINTURAS, DESENHOS E GRAVURAS no Espaço…

Quem tem dois corações…

. Quem tem dois corações Me faça presente de um Que eu já fui dono de dois E já não tenho nenhum… (1) Ah! O nome da minha primeira namorada… Ela tinha cabelos loiros, encaracolados e um sorriso gracioso. Morava nas proximidades da minha casa e conhecemo-nos no primeiro ano de escola. Foi ela que…

Eu quis falar do meu amor

Penso não ser o único maluco a guardar na cachola trechos de canções, frases melódicas acompanhadas de letra ou não. Poderia elaborar uma bela lista caso soubesse o nome da canção, os autores, os intérpretes. Obviamente que algumas dessas canções caminham comigo desde a infância, ouvindo minha mãe ou minhas irmãs cantarolando enquanto trabalhavam, outras…

E somando pessoas, lugares…

Trago dentro do meu coração, Como num cofre que se não pode fechar de cheio, Todos os lugares onde estive… .  O colo de minha mãe e de minha tia Aurora nas noites cálidas de Uberaba Na oficina, o fogo da forja iluminando o rosto de meu pai E do quintal as lembranças das brincadeiras…

Novas oportunidades para bons projetos

Silvana Santos foi minha aluna e hoje é uma empreendedora que, em Campinas, no interior de São Paulo, desenvolve novo trabalho. Fico feliz em poder divulgar o empreendimento; para que conheçam e para que possam analisar possibilidades de trabalho com a nova empresa. Desejando boa sorte para todos os envolvidos, optei por transcrever o material…