Todo o tempo!

É comum reclamar ou ouvir reclamação pela falta de tempo. Fiquei lembrando antiga prece de Michel Quoist, um padre católico que lá pela primeira metade do século passado já assinalava o que hoje é senso comum: . ...Horas curtas demais,  Dias curtos demais,  Vidas curtas demais.  Tu que estás fora do tempo, Senhor,  sorris ao... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: