Livraria, livro, lançamento… Fazendo fé no número três!

lançamentos martins fontes

Dia 13 de dezembro será meu terceiro lançamento na Livraria Martins Fontes, da Avenida Paulista, 509. Espero que seja apenas mais um momento de uma longa história.

Tudo começou em setembro de 2009. Foi quando lançamos ALTEREGO, uma coletânea de contos organizada por Octavio Cariello. A proposta, eixo que unifica todas as narrativas, era criar personagens que, em determinadas circunstâncias, assumiam outra personalidade. Foi minha estreia em livro pela Terracota Editora. A Martins Fontes ficou lotada de gente e comemoramos mais de duas centenas de exemplares vendidos.

Novo momento na Livraria, o segundo, foi com “UM PROFISSIONAL PARA 2020”. Também em setembro, mas do ano de 2012. Tive a honra de organizar essa outra coletânea, pela B4 Editores, o que me favoreceu conviver mais intensamente com vários colegas, professores universitários. O livro tem foco nos futuros profissionais de propaganda, marketing, publicidade e áreas correlatas dessas disciplinas, componentes de cursos onde ministramos aulas.

De novo a Martins Fontes. Acaso, destino, sorte, mera coincidência… O fato é que estou “em casa” e assim fico fortalecido para enfrentar minha primeira “individual”. As aspas denunciam a presença de Octavio Cariello, organizador do ALTEREGO, agora também autor do prefácio do meu romance  “Dois meninos – Limbo”. Além do Cariello, há alguns companheiros do “UM PROFISSIONAL PARA 2020”, colaborando na produção e viabilização do livro.

Três livros, três lançamentos, dia 13,(tem um três aqui!) no lançamento de “DOIS MENINOS – LIMBO” (novamente três palavras). Aprendi com minha irmã caçula. Vou fazer fé e arriscar uma graninha no jogo do bicho; será, no mínimo, uma boa distração enquanto aguardarei todos os convidados para mais um momento feliz na Livraria Martins Fontes (Eita! De novo três palavras).

Até!

“Portais”, de Antognioni e Cariello

PORTAIS 0

Evidência imediata em “Portais” é a profusão de lugares e personagens. Com texto de Octavio Cariello e desenho de Pietro Antognioni, “Portais” é história em quadrinhos, primeiro trabalho da dupla. Coerente com a proposta delineada pelo título, o texto ágil de Cariello vai de um lugar para outro, somado ao desenho preciso de Antognioni. Vilões e mocinhos atuam em tempo e locais específicos para, no momento seguinte, continuar a ação em outro local em dois mil anos antes ou nove mil anos depois.

Cariello exercita corajosamente a síntese construindo uma narrativa que lembra mosaicos, fractais na composição de uma extensa aventura. Um desafio à atenção do leitor facilitado pelo desenho de Antognioni. Este acompanha as mudanças abruptas do texto com farta utilização de cores e formas. Ficção para público adulto – informação constante já na capa – “Portais” é para quem foge de narrativas lineares, com ações tradicionalmente atreladas ao espaço e ao tempo. Estes estão multifacetados, mas construídos com o cuidado que permite ao leitor a visão geral tanto do tema quanto da história.

O álbum ainda conta com participações especiais em simpático anexo denominado “galeria de pinapes”. Nesta encontram-se as visões de grandes artistas sobre as personagens de “Portais”. Entre os vários participantes estão Roger Cruz, Leo Gibran, Alex Shibao e o próprio Cariello que, é bom lembrar, está entre os melhores desenhistas deste país. Também  em outro anexo há um passo-a-passo de como a obra foi feita. Um dado interessante para os interessados, principalmente estudantes, no processo de trabalho da dupla.

PORTAIS 1
Uma das peças de divulgação utilizadas na fase inicial do projeto

A publicação de “Portais” pela editora Terracota tornou-se possível via financiamento coletivo, também dito “crowdfunding”. Por isso já esta nas mãos daqueles que participaram na viabilização da obra. O lançamento oficial para todo o público será no próximo dia 26, 19h00, na Quanta Academia de Artes. (Endereços e telefones em http://www.quantaacademia.com). Imperdível para fãs do gênero, boa oportunidade para todos aqueles interessados em propostas que fogem ao óbvio.

Até mais.

.