Thales Guaracy, próximo convidado do Trem das Lives

O bom do Trem das Lives é nos possibilitar conhecer livros, autores e, via bate-papo, ir além, aprofundando nos temas e na obra de nossos convidados.

Thales Guaracy é jornalista, editor e escritor, tendo construído uma sólida carreira no jornalismo com passagens pela Gazeta Mercantil, Estadão, Exame e Veja, trajetória que lhe rendeu o Prêmio Esso de Jornalismo Político em 1989. Atualmente, mantém uma coluna no Poder 360º.

Como editor, criou o selo Benvirá da Editora Saraiva, além de dois selos próprios, o Copacabana, dedicado à ficção, e o País do Futuro, à não-ficção.

Com mais de 20 livros publicados, a obra de Guaracy é eclética, dividindo-se entre romances, biografias e história. Dos títulos publicados, destacam-se Filhos da Terra e Campo de Estrelas, ambos bem recebidos pelo público. Além desses, Guaracy assina biografia do comandante Rolim Amaro, fundador da TAM.

Ontem comentamos aqui sobre Anita, romance a respeito da revolucionária Anita Garibaldi. Hoje quero lembrar outros dois títulos de resgate histórico, A Conquista do Brasil (1500 – 1600) e A Criação do Brasil (1600 – 1700).

A Conquista do Brasil

O subtítulo do livro A Conquista do Brasil, 1500-1600, de Thales Guaracy, nos dá uma ideia concreta de que iremos ter informação e bom humor: “Como um caçador de homens, um padre gago e um exército exterminador transformaram a terra inóspita dos primeiros viajantes no maior país da América Latina”.

O intenso processo de expansão portuguesa, competindo com espanhóis e outros povos por novas terras culminou com o domínio do Brasil. Essa história escrita pelo próximo convidado do Trem das Lives, Thales Guaracy, foi muito bem recebida pelo público tendo continuidade no lançamento seguinte, A Criação do Brasil, 1600-1700.

Guaracy participará do Trem das Lives, falando da sua produção literária, bem como dos rumos do país, da situação em que vivemos e o que podemos esperar para um futuro próximo.

Serviço

TREM DAS LIVES com Thales Guaracy

Domingo, 11 de abril, 18h00 no https://www.instagram.com/tremdaslives/

ACIONEI OS MEUS CHIPS DE TECNOLOGIA E…

Nando Cury é o convidado do próximo Trem das Lives. Domingo, 18h. Abaixo, uma crônica do autor que atua também como professor.

ACIONEI OS MEUS CHIPS DE TECNOLOGIA E…

Foi na manhã de terça-feira passada. Acordei com a tradicional música do despertador do celular. Fiz meus exercícios de alongamento e pulei da cama. Nossa! Direto do conforto do meu escritório, sem precisar atravessar a cidade, ia realizar minhas tão sonhadas aulas ao vivo. Depois de um belo e tranquilo café, tomei meu banho relaxante, escolhi minha camisa polo preferida, vesti uma bermuda – dica dos apresentadores de TV – liguei meu laptop. Dei uma respirada bem funda de alegria. Cliquei no programa de vídeo conferência, a tela se abriu e entrei na sala virtual. Compartilhei meu arquivo de power point com os alunos, que já estavam me esperando. Então: – “Bom dia. Sejam bem vindas e bem vindos. Vamos começar as nossa aulas de hoje.”

Mas, não foi bem isto o que aconteceu na primeira vez que precisei fazer minhas aulas, via internet. Tudo decidido rapidamente, no dia anterior. Acompanhei pelo whatsapp, as várias orientações enviadas pelos meus superiores acadêmicos. O tutorial oficial chegou no final da noite de segunda-feira. Aí, fiquei até as 3 da madrugada me preparando. Levantei às 7. Tomei um banho à jato. Engoli o café da manhã. Abri o lap top e, depois de clicar no programa de vídeo conferência, acionei os meus chips de tecnologia para entender o tutorial e… Como faço para desativar o som dos participantes? Como compartilho a tela do ppt? Viche! Às 7h50 li uma mensagem do meu coordenador de curso, me perguntando se tudo estava pronto. Eu ainda precisava fazer alguns passos. Como é que copio os links para a tela do professor online? As aulas começavam às 8h e 25 minutos. Entrei e saí várias vezes do tutorial… e do programa…Lógico, que o tempo foi passando, rapidamente. Voaaando…8h45h. Finalmente às 9h15, liguei pra ele. – “Consegui”. Não consegui. Ouvi a resposta que já esperava: minhas primeiras aulas virtuais haviam sido canceladas. Que pena! Meu sonho…Tinha que assimilar o baque. Fui à cozinha e tomei um café. Procurei um canto da casa para meditar. Voltei pro tutorial. Contatei novamente meus chips de tecnologia. E eles me responderam. Ufa! Respirei demoradamente, de alívio. –“Agora entendi”. Tudo fluindo. As aulas da noite me esperavam e estavam salvas.

+ Sobre o autor:

Nando Cury trabalhou em Empresas como Volkswagen, Philips e Eucatex. Em Agências como Lage & Magy, Setor e Chancela. Em Universidades, como professor dos cursos de Publicidade e Propaganda, PMK e ADM, lecionando na Anhembi-Morumbi, Belas Artes, Fecap, Oswaldo Cruz e Unip, onde leciona atualmente.

Texto original publicado no perfil do Facebook. Para acessar, clique aqui e conheça outros textos do autor.

SEMÔNICA é o podcast de Nando Cury. Entre clicando aqui e ouça textos narrados pelo próprio autor.

%d blogueiros gostam disto: