Mineiro encantado, João Justino

João Carlos Justino Há um tipo muito peculiar de mineiro que, me parece, está difícil de encontrar. Chegado em uma boa e longa prosa, disposto a encontrar os amigos na própria cidade para um café, ou reforçar laços visitando-os quando de passagem por locais distantes. Sujeitos como João Carlos Justino! Educado, respeitoso, alegre, receptivo, sobretudo... Continuar Lendo →

De volta à rua onde nasci

Guardem essa data: 27 de novembro. Neste dia lançarei meu novo livro, “O vai e vem da memória”, em Uberaba, MG. O evento será a partir das 16h00, no Barroco Arte Café, que fica na Rua João Pinheiro, 213. Nasci nesta mesma rua, há muitos anos, no século passado... Estou feliz com essa oportunidade. Se... Continuar Lendo →

ELIPSE (Abecedário do Vava)

Αcalanto para o mundo, Coro à capela, 59 velas acesas. Graças, bom Deus, pela minha vida.  Boa Vista, Bela Vista. Nasci no Boa, na Bela moro. Vista. Nem bela, nem boa: uso óculos. Confiança e carinho Meus pais, meus irmãos... Afeto pouco é bobagem.  Desafio: Desvelem-me! Nem sei quem sou. Faço-me em palavras e constato:... Continuar Lendo →

A Uberaba do meu tempo

Havia no meu tempo uma Uberaba Era calma, suave, cheia de tardes bucólicas. A cidade da minha infância tinha um absoluto céu azul, Chuvas fininhas, intermináveis, irritantes. Aventura era encontrar Maria Boneca portando o brinquedo E fugir, para descansar sob a sombra da Gameleira. Na exposição de gado meus pais compravam mexericas Levando-me a preferir,... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: