7 anos! dois meninos – limbo

7 anos! No dia 13 de dezembro de 2014 lancei meu primeiro romance. Poderia relatar tanta coisa ocorrida desde então, mas só faria constatar que mudanças, na real, foram pouquíssimas. Bora andar com esses dois meninos. Há muito por caminhar! “Dois Meninos-Limbo”, publicação da Elipse, Arte e Afins Ltda., é sobre o pintor de origem... Continuar Lendo →

Fragmentos: o vai e vem da memória

Detalhe da exposição no Barroco Arte Café O que nos vem à mente quando recordamos algum fato, alguma pessoa? Certamente não é o todo. Há imagens "padrão" que identificam e nos levam para o Egito (Pirâmides) ou Salvador (Elevador Lacerda), ou qualquer outro lugar do planeta. Diante da lembrança de um ser humano, afirmam por... Continuar Lendo →

O vai e vem da memória em São Paulo

O Vai e Vem da Memória, de Valdo Resende, é convite para uma viagem de descobertas: se corajoso o suficiente para embarcar, o leitor se surpreende e se transforma (Simone Gonzalez). Os textos foram organizados sem ordem cronológica, hierarquias de importância ou grupos temáticos; assim como a memória, os textos fluem livremente e estabelecem entre... Continuar Lendo →

A memória somos nós

Por Fernando Brengel Lembro perfeitamente do dia em que, montado no meu possante carrinho de rolimã, saí em último e cheguei em primeiro. Mal senti o sabor da vitória. Um capote cinematográfico no final da ladeira em que tirávamos o racha me levou a conhecer um balde de Merthiolate e uma dor terrível. Posso senti-la... Continuar Lendo →

Uma senhora rua, no Bixiga!

Nossa rua, esse movimentado "sanduíche de vento" Quem diria! Vou lançar meu livro “O vai e vem da memória” na rua onde nasci, em Uberaba, e na rua onde moro, no Bixiga. Este é conhecido oficialmente como Bela Vista, um antigo bairro da capital, São Paulo. É representativo e impossível não mexer com minhas emoções.... Continuar Lendo →

Nada mais universal que a memória

Por Flávio Monteiro O livro "O vai e vem da memória" é uma coleção de crônicas e contos escritos por Valdo Resende sobre sua querida cidade natal, Uberaba, durante vários anos de vai-e-vens entre esta e São Paulo, onde fixou residência. Os textos foram organizados sem ordem cronológica, hierarquias de importância ou grupos temáticos; assim... Continuar Lendo →

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: