Meu cotidiano de Pedro

A janela escancara um dia ensolarado e, preso, observo a rua tímida, como diria Chico Buarque. Sem Construção, o que emerge do escaninho de canções é Pedro Pedreiro, aquele penseiro esperando o trem. Vejo uma moça andando lentamente, meio a esmo, segurando um cigarro e, na mão esquerda, uma máscara carregada pela alça. Dois mascarados,…

Sobre votos… ou a permanência temporária

  Tempos de clausura, nossas casas tornadas conventos, mosteiros. A pandemia levando-nos a experimentar uma vida reclusa, o mundo visto de longe. Também vivenciamos o belo gesto japonês de cumprimentos sem contato físico. Precisamos dos gestos, das expressões para transmitir sensações, afetos, posto que o costume de tocar o outro está temporariamente impedido. Conventos com…

Não matarás!

Colocar idosos em confinamento é a ideia ignóbil que precisa ser combatida antes que cresça. Feito o vírus que se espalha, traiçoeiro, é a inicial sugestão de isolamento vertical proposta pelo indivíduo que ocupa a presidência. Sem respaldo científico nenhum, mas com interesse em agradar setores da economia, opina-se para o isolamento de pessoas com…