Arte para um mundo limpo

Mark Langan
Criação de Mark Langan

Na noite do final de semana, voltando pra casa vejo, por todo lado, as lixeiras cheias, as ruas sujas, a cidade reclamando os cuidados que só virão com o dia. Ouço fogos e consigo visualizar os efeitos mirabolantes das luzes coloridas informando que a festa da Achiropita está no fim. Entro no prédio onde moro e passo pelo pequeno hall onde o lixo – em grande quantidade – também espera o amanhecer.

A lembrança de Mark Langan vem a mente. Precisamos de indivíduos como este artista de Cleveland, nos Estados Unidos, transformando material reciclado em trabalhos artísticos, seja copiando grandes obras ou atendendo solicitações de empresas e ainda criando peças autorais.

Mark Langan1
O artista em ação

Há um farto material por ai e com calma, paciência, e habilidade aprimorada pelo exercício teremos, no mínimo, pessoas mais serenas pela atividade criativa.

Mark Langan, em seu site, assinala que seu trabalho celebra, visivelmente, o objeto pré-fabricado dando a este outra função e destino. O artista utiliza a expressão “Corrugate Art” para classificar o que faz. Diz que se concentra para destacar as qualidades estéticas do material que na função primária são ignoradas.

Lang2
"O grito", de Munch trabalhado por Langan

Na faculdade meu professor de arte chamaria Kistch ao trabalho do americano, assinalando a não originalidade do objeto em seu resultado final. Outra professora, poderosa, defenderia o mais puro artesanato, a grande capacidade em manusear e transformar o comum em algo agradável. Ambos tentariam aumentar fileiras eruditas em contraposição ao gosto popular. Mark Lang denomina arte ao que faz e assim a vida segue seu curso, sendo esse trabalho arte, kistch ou artesanato.

Eu prefiro o mundo limpo. Que sejam bem-vindas as pessoas que transformam madeira, papel, metal e evitam que outros cacarecos aumentem o espaço ocupado pelos nossos lixões. Reciclar, reutilizar, dar outro fim que não o lixo. Essa é a meta! Já que somos hábeis consumidores, aprendamos a diminuir nosso lixo pessoal. Uma sugestão de objetivo para começar esta segunda-feira.

Boa semana para todos!

 

Notas:

A indicação do artista me foi dada por Flávio Monteiro (Obrigado!).

Conheça mais sobre o artista em http://langanart.com/

12 comentários sobre “Arte para um mundo limpo

  1. Caro Valdo

    Recebi o link para seu blog de minha cunhada Claudia Ricci. Como gosto de arte, embora não saiba fazer arte, logo me identifiquei com este espaço. Espero que avance e nos brinde diariamente com posts como este sobre Langan.
    Robinson Ricci

  2. tassia

    Sugestão: coloque agenda de programações que você ache legal divulgar. Por exemplo, o trabalho do artista que transforma “lixo” em arte adoraria ver em exposição.

  3. Lisa Yoko

    Ah Valdo, você sempre me deixando com invejinha da sua facilidade em escrever, se expressar… e adorei conhecer esse artista! Já foi tão enriquecedor ler seus textos sobre música… agora englobando o campo das artes no geral, com certeza vai ser um ótimo canal para ampliação de conhecimentos! Muito boa sorte! Beijoooos!

  4. Opa, Valdão!
    Belo post. Gosto desse tipo de arte. Estou trabalhando num projeto novo de artesanato com a Bárbara (minha esposa). Cartonagem, especificamente. Tá no meu portfólio. Link no perfil do twitter e do Facebook.

    Parabéns pelo blog. Vamos nos falando!
    Abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s