O lugar de Heloísa Junqueira ou um tiro saindo pela culatra

Foi nesta quinta-feira, às 12h30, na Galeria Olido, aqui em São Paulo, que ocorreu a apresentação inaugural do Coral Livre da Cidade de São Paulo, sob a regência de Heloísa Junqueira. No repertório erudito a emoção veio com Giuseppe Verdi; a ária “Va Pensiero”, coro dos escravos Hebreus da ópera Nabuco foi, na minha modesta…

Meu romance, nosso livro!

Não faz muito tempo que Fátima Borges elogiou o texto que Vânia Maria Lourenço Sanches escreveu após ler os originais do meu romance, “dois meninos – limbo”. “Fátima comentou: – Você sabe escolher as pessoas. Lindo texto!”. Agradeço a Deus por isso. A publicação do romance foi, sem dúvida, a reunião de um grupo especialíssimo…

Sete mil vezes Caetano Veloso

Impossível não reverenciar Caetano Veloso quando este grande, entre os maiores compositores brasileiros, completa 70 anos. O natalício será neste próximo dia sete de agosto. Difícil escrever algo novo sobre Caetano já que o mesmo, merecidamente, será homenageado pelos maiores intelectuais deste país; difícil também escrever para alguém que escreve tão bem! Mas, vamos lá,…

De Chirico chegou!

Na UNESP conheci De Chirico; a Marise e o Giorgio. Nessa ordem; a Marise foi minha colega e desde então minha grande amiga. Ela é De Chirico e sempre estudou o outro, o De Chirico greco-italiano. Minha amiga esteve na Itália, aprofundando-se no assunto sobre o qual dissertou em trabalho de mestrado. Conheci o trabalho…