Tags

,

Fazer o que, se a vida me ensinou a gostar de poesia? Ave, Mario Quintana! Obrigado pelo socorro na hora certa:

Poeminho do Contra

Todos esses que aí estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão…
Eu passarinho!

Até mais!