Marcela Godoy, Escritora e Roteirista

Mais um território em que autoras se destacam, as Graphic Novels são romances ilustrados, em que se faz comum a união entre desenhistas e escritores. Tendência que vem ganhando força no mercado editorial, para falar dessa especialidade, convidamos a premiada Marcela Godoy.

Autora e roteirista referencial do segmento. Entre seus trabalhos destacam-se “Romeu e Julieta”, “Macbeth”, “A Dama do Martinelli” e “Fractal”.

“Papa-Capim: Noite Branca”

O primoroso texto de Marcela Godoy e o belo traço de Renato Guedes uniram-se para nos presentear com o volume “Papa-Capim, Noite Branca”.

Papa-Capim, personagem de Maurício de Souza, investe-se da missão de acabar com uma ameaça sobrenatural capaz de pôr fim à sua aldeia, Noite Branca. Daí para a frente, a Graphic Novel da dupla nos levará a uma trama surpreendente.

Para falar dessa e de outras obras, mais o universo das Graphic Novels, o Trem das Lives recebe a autora nesse domingo:

Trem das Lives

Domingo, 04.07.21, 18h00

Instagram

Esperamos você.

Trem das Lives no YouTube

O Trem das Lives está construindo um belo acervo de vídeos que abordam diferentes faces da cultura brasileira. Entre no YouTube, siga-nos, ative o sininho sobre notificações de novos vídeos!

Embarque na cultura brasileira!

O Santo e os astros

No Dia de Santo Antônio, o Trem das Lives viaja pelo mundo dos astros, revelando qual o seu par ideal e quais as simpatias que você pode fazer para fisgar o seu amor.

A convidada, Marta Marin, explica em detalhes as combinações entre signos com mais chances de sucesso no amor. Astróloga, artista plástica, terapeuta vibracional, reikiana, estudante de psicanálise e operadora de mesa radiônica, há 25 anos Marta dedica-se à astrologia, numerologia e realização de mapas astrais.

Eu e Marta somos amigos desde a faculdade, ambos estudantes no Instituto de Artes da Unesp. Esta foto, de antes da pandemia, marca o último encontro presencial do grupo do IA. No próximo domingo, o encontro será virtual.

Conheço Marta e acompanho seu trabalho há mais de 35 anos! A sensibilidade artística faz dela uma pessoa delicada e suave. As pesquisas e estudos astrológicos deixaram-na sábia. Sem impor aos outros suas crenças, sem proselitismo.

Quero dizer mais: Convidar Marta para o Trem das Lives, em um dia tão cheio de significado – Santo Antônio, o santo casamenteiro – é promover o encontro de duas faces da nossa cultura: crença em santos e astros, caracterizando-nos como povo cheio de fé”.

Venha conosco nesse domingo para, com leveza e alegria, celebrar a esperança que a fé nos dá e, certamente, encontrar uma dica para engatar um belo romance.

RC, por isso essa voz tamanha

Junho chega com Roberto Carlos voltando com tudo por aqui. O título acima é do livro do Jotabê Medeiros, lançado em abril deste ano. Lendo o livro me dei conta de que lá se vão 58 anos de convivência, desde as primeiras canções do “Rei” que entraram em minha memória. A leitura é emocionante por dois motivos básicos: a memória de infância acionada em cada trecho do livro e a percepção do tempo, da história que caminha ignorando nossas vontades. Tempo, tempo, tempo, tempo… diz outra canção, de Caetano Veloso, este também presente na vida de Roberto Carlos.

Conheci Jotabê Medeiros no ano passado, durante a Bienal do Livro de São Paulo quando mediei uma mesa da qual participou também o jornalista e escritor Nelson Motta. Assunto daquele momento, a vida do Nelson Motta e as biografias escritas por Jotabê, “Belchior, apenas um rapaz latino-americano” e “Raul Seixas, não diga que a canção está perdida”. Agora nos encontraremos no Trem das Lives, e o assunto será “Roberto Carlos, por isso essa voz tamanha”, celebrando os 80 anos do cantor e compositor,

O livro sobre Roberto Carlos oferece sobretudo aos fãs uma profunda viagem pelas diferentes fases da vida do parceiro de Erasmo Carlos, favorecendo lembranças sobre a Jovem Guarda, Wanderléa, e tudo o que veio depois. Há “detalhes”, muitos! De coisas esquecidas, de fatos desconhecidos, de momentos em que nossas vidas aconteceram com a trilha sonora de canções inesquecíveis.

Eu vesti calça calhambeque e, junto com essa, um cinturão “tremendão”… Minhas irmãs compravam discos, guardavam fotos. Tive um caderno onde colava fotos da Wanderléa… Meu irmão e meu avô curtiam a Martinha. O padrinho Nino ouvia “A Distância” e a namorada achava que era por conta de umas desavenças… ele ria e a gente sabia, ele se lembrava de outra namorada, anterior, perdida no tempo. Um dia Ronaldinho me ligou, em pleno expediente. Eu, no trabalho, tive que parar: – Escuta aí a música que o RC fez pra nós. “Você meu amigo de fé, meu irmão, camarada…” Como o próprio RC diria, “são muitas emoções” e eu ficaria horas escrevendo sobre essas.

Próximo domingo tem Roberto Carlos na live que farei com Jotabê Medeiros. Todos convidados para reviverem momentos pessoais e conhecer outros faces contadas pelo escritor. Aguardo todo mundo!

Trem das Lives, domingo, dia 06, 18h00

instagram.com/tremdaslives

João Eurípedes Sabino, do Triângulo Mineiro para o Trem das Lives

Um encontro com o escritor João Eurípedes Sabino, Presidente da Academia de Letras do Triângulo Mineiro acontecerá no próximo domingo, 23 de maio, 18h00, na página do Instagram do Trem das Lives. As principais obras, o lançamento da Revista Convergência e os próximos projetos literários do escritor serão abordados na live.

O CONVIDADO JOÃO EURÍPEDES SABINO

Engenheiro Civil e Engenheiro de Segurança, Perito Judicial, Professor Universitário, Auditor Fiscal do Trabalho aposentado, sobretudo João Eurípedes Sabino é um escritor. Nascido em Uberaba, Minas Gerais, onde reside e exerce a presidência da Academia de Letras do Triângulo Mineiro, ocupando a cadeira n° 32, o escritor mantém uma agenda cheia, sendo articulista do Jornal da Manhã e cronista da Rádio Sete Colinas. É membro fundador e preside o Fórum Permanente dos Articulistas de Uberaba e Região.

Nascido em 1949, João Eurípedes publicou sua primeira obra em 1987: Da Pertinência e Objetividade dos Quesitos nas Ações Possessórias e de Retratação é uma importante contribuição na formulação de quesitos judiciais. Em seguida, João Eurípedes publicou uma série de livros destacando-se em poesia e prosa.

Aos 17 anos de idade descobriu que no mapa da cidade natal, algumas ruas e avenidas formam o desenho nítido de uma ave. Foi o mote para publicar, tempos depois, “A Pomba da Paz de Uberaba”. Anos de pesquisa em presídios, hospitais e institutos envolvendo andarilhos, familiares desses e encontros com alguns resultaram no livro “O Andarilho, quem é ele?”. Entre os demais livros publicados pelo autor está a biografia de José Formiga do Nascimento, o Zote, figura proeminente de Uberaba que foi descrita no livro “O Zote que eu Vi”.

Defensor ardoroso da cultura em todos os sentidos. A literatura, o meio ambiente e o patrimônio histórico, têm sido bandeiras prioritárias para ele.

Ex-membro da Sociedade dos Amigos da Biblioteca Municipal de Uberaba, João Eurípedes Sabino integrou o Conselho do Patrimônio Histórico e Artístico da cidade e possui algumas condecorações, dentre elas: Diploma e medalha de honra ao mérito no Exército Brasileiro; Medalha Major Eustáquio, pela Câmara Municipal de Uberaba, em 1992 e a Medalha Comemorativa dos 150 Anos de Uberaba, pelo Poder Executivo Municipal, em 2006.

A Academia de Letras do Triângulo Mineiro e a Revista Convergência.

Fundada em 1962 por um grupo de intelectuais de Uberaba, tendo entre seus membros Mário Palmério, o imortal da ABL – Academia Brasileira de Letras, a Academia de Letras do Triângulo Mineiro vem, desde então, divulgando os escritores e obras regionais, cumprindo um papel importante e fundamental no Brasil Central.

Entre os trabalhos da ALTM destaca-se a Revista Convergência, uma das publicações oficiais mais antigas feitas pelas Academias de Letras em todo o Brasil. Nestes tempos pandêmicos teve uma edição virtual, mantendo o espírito de trabalho da entidade. A edição n° 31 será comentada por João Eurípedes durante a live.

O TREM DAS LIVES

O Trem das Lives surgiu em outubro de 2020 visando divulgar lançamentos de livros, peças de teatro e demais atividades artísticas e manifestações culturais. As lives são descontraídas, priorizando o tempo dado aos convidados, facilitando aos mesmos um espaço não comum nas mídias tradicionais. As viagens desse trenzinho ocorrem aos domingos, no Instagram, às 18h00, com duração de 1h. A divulgação é feita pelos idealizadores e convidados via Facebook, Twitter e o próprio Instagram. Os vídeos com registros das lives estão no Youtube.

SERVIÇO:

TREM DAS LIVES com JOÃO EURÍPEDES SABINO

Domingo, 23 de maio, 18h00 no https://www.instagram.com/tremdaslives/

Maia Faria no nosso Trem

Fernando Brengel escreveu um carinhoso texto para nos apresentar Maia Faria, a próxima convidada do Trem das Lives:

“Conheci a Maia nos anos 1980. Fizemos teatro juntos. Passamos por duas experiências cênicas formidáveis. Uma delas levo especialmente impressa em minha alma: o TAXI, Teatro do Centro Acadêmico XI de Agosto da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, USP.

A troupe do TAXI, gente inteligente e talentosa ao extremo, tornaram-se amigos especialíssimos.

Um dia a Maia evaporou. Foi para Paraty, morou com artistas, fez uma casa, das tantas que construiu, deixou-a para a moçada e voltou para São Paulo. Algo me dizia que por pouco tempo.

Nova abdução. Dessa vez o destino a levou para São Lourenço – MG. Fui atrás da minha irmã. Ela me levou para conhecer São Thomé das Letras. Pena que naquele dia os OVNIs não deram as caras.

“Oi Fê! Tô em Piraputanga!” What? “Mato Grosso do Sul”. Ergueu um baita Centro Cultural. Aulas de dança, teatro, música. Escreveu para jornais.

“Oi Fê! Mudei para Ponta Porã – MS. Estou com uma escola de dança junto com a Morgana e …”.

Bem, antes que a Maia pegue a avenida que liga a cidade a Pedro Juan Caballero, Paraguai, o Valdinho e eu a convidamos para o Trem das Lives desse domingo.

Uma justa e necessária homenagem a quem acredita na arte como meio de formar cidadãos e plantar futuros.

Uma justa e necessária homenagem a um ser humano ímpar.

Bem-vinda amiga. Esperamos você de braços e corações abertos.”

O Trem das Lives parte aos domingos, 18h00 via instagram.

Acesse: instagram.com/tremdaslives

Até lá!

Luz, câmara, ação… Valdemar Jorge!

Próximo convidado do Trem das Lives, Valdemar Jorge no texto de Fernando Brengel:

Se você procurar o Valdemar Jorge talvez não o encontre. Mas se chamá-lo por Dema, daí sim muita gente sabe quem é.

Dema fez carreira na TV Cultura. Como produtor, assina um sem número de teleteatros, especiais, jornais e infanto-juvenis do porte do premiado Bambalalão.

Paralelamente ao ritmo insano da TV, durante anos dividiu seus conhecimentos com alunos da ECA-USP, em que se formou, Oswaldo Cruz e UNIP. Um professor criativo, querido e extremamente respeitado.

Nos últimos anos dedica-se à Noturna Filmes, sua empresa, bem como à carreira literária. Escritor de mão cheia, produziu biografias como as de Inezita Barroso, bem como artigos e textos a respeito de Fernando Faro e Antônio Abujamra.

Nosso convidado desse domingo, trará reflexões importantes a respeito de comunicação, literatura e de outros tantos temas.

A seguir, um depoimento em que ele conta um pouco dessa rica trajetória. Assista. E, no domingo, embarque com a gente.

Luz, câmara, ação. Agora é com vc Deminha.

Serviço:

Trem das Lives

Domingo, 18h00 no link:

Instagram.com/tremdaslives

%d blogueiros gostam disto: