A professora do dia

Os professores de hoje estão mudados. Exige-se outro perfil do profissional de ensino, quando comparado aos meus primeiros mestres ou ao estereótipo que ainda prevalece no subconsciente coletivo sobre o que seja a figura do professor. O professor taciturno, fechado em seus livros, trancado em uma saleta preparando aulas, corrigindo exercícios, cedeu lugar ao “antenado”, “descolado”, às vezes humorista, outras animador de auditório.

A professorinha meiga que dividia-se entre as tarefas domésticas e os trabalhos escolares, entre filhos e alunos, deu lugar a mulher dinâmica, forte e, para usar expressões do momento, “proativa” e “up to date”. E é fato que quando pertinente e se necessário, essas professoras também são tudo o que escrevi sobre o professor.

Regina, a professora do dia!

Um bom exemplo de tudo isso é Regina Cavalieri, com quem trabalho nos últimos séculos (sim, séculos! Tudo muito intenso!). Se há um ditado popular que não se aplica a Regina é o tal “salvem a professorinha!”. É mais fácil presenciar o mundo pedindo socorro a esta professora.

“Antenada”, mantêm-se atenta a tudo – daquela forma que só as mulheres conseguem: a gravidez da secretária, o crime que abala a cidade, os solos de guitarra do Eric Clapton, a plantação de alfaces e rúculas… e as questões escolares (que, para imbecis, não é trabalho). Por questões escolares, no caso de Regina Cavalieri, fica subentendido a gestão e administração de uma pequena cidade: são 13 mil alunos, cerca de 500 professores e coordenadores e 260 funcionários. Porque professor não é funcionário é uma questão fácil: atualmente, como Regina Cavalieri, o professor é multifuncional. Não cabe mais atuar em uma única disciplina, uma única atividade, um só interesse.

Pequena parcela dos 13 mil

Pense em administrar e conciliar interesses de tanta gente e… conflitos são estabelecidos. E Regina tem uma resposta ótima, começando o diálogo com um “-Por que eu sou uma pessoa clara, professor!” e finalizando com “Você está irritado porque não faço o que você quer!” Outras expressões também lembram nossa cara colega: “Impreterivelmente!” e “Zero é nota!” são as mais frequentes.

Regina, Brengel e eu, parte de uma equipe do balacobaco!

Hoje é dia do professor. Nossa equipe é formada por André Antas, Carlos Henrique Ferreira, Claudia Bouman, Daniela Palma, Fernando Brengel, Maria Schochter, Christina Guerino, Marcelo Abud, Nelson Gomes, Dema Jorge Filho, Vânia Toledo Piza e euzinho (o lindo!).  Todos nós sabemos que junto com a poderosa Regina Cavalieri que tentei descrever aqui, há também aquela professorinha antiga, que sofre com os alunos, chora quando eles se formam e, sobretudo, é a mulher que tem paixão pelo que faz.

Todo o pessoal do Campus Marquês sabe que Regina é durona. Mas há sempre o dia de festa, de pura emoção. Nesta sexta, por exemplo, Regina capitaneou uma guerra de confetes; com muito barulho, serpentina e pirulitos. E foi com o espírito de festa e despedida da turma do atual oitavo semestre de Propaganda e Marketing que sai de lá para, em casa, terminar este texto para Regina, para todos os professores meus colegas e todos os grandes mestres desse meu Brasil.

24 comentários sobre “A professora do dia

  1. Querido, Regina faz por merecer seu texto; mais, faz por merecer todo o nosso carinho. Aprendi demais com ela, que me abriu portas esse tempo todo, que teve paciência comigo, enfim, tantas coisas. E você irmão, nem se fale. Esse coração bonito, essa cabeça privilegiada (como cabe conhecimento aí! Demais!) e esses anos todos de amizade, como sou abençoado por tudo isso. Um grande beijo e um Dia dos Professores maravilho para a Regina, você, Claudia, Dema, Abud ….

  2. Valdo, antes de meter a boca no trombone quero parabenizar a você pelo dia do professor! Vc sim foi um excelente professor que me deu aulas fatásticas de artes e tantas outras matérias! Quando escuto sobre “art nouveau” lembro de vc, quando vejo uma propaganda bacana na TV lembro do Brengel, quando o assunto é finanças, lembro do Carlos e por aí vai!

    Mas tem professores que não merecem o cargo que tem! Infelizmente minhas recordações de certas aulas não são tão boas como tenho das suas ou dos professores que citei acima e isso me entristece. Existem professores que não são lideres, que não entendem os alunos, que se acham o dono da bola e acabam com a brincadeira de qquer aluno (no bom sentido), tem professores que não dá o tesão de entrar na aula! Admiro muito seu trabalho e vc como outros é um PUTA professor, mas não concordo com o post que vc fez hj… Não quero ofender ninguém, não é essa minha intenção, mas quando não temos tesão pelo que fazemos, queremos que tudo seja apenas uma rapidinha com ejacuçação precoce! = )

    Valdo! Te adoro de muitão, sinto falta das suas aulas de verdade! Vc é o tipo de professor universitário em que continuamos a lembrar mesmo depois da aula!!!!

    Beijos!!!

  3. felipe vale chizolini

    muito bom esse texto, Ressaltou o que a regina é em seu dia-a-dia e o que sentimos por ela, valdo continue sempre com seu bom trabalho em mostrar a diversidade de coisas para as pessoas que estão acessando seu Blog. Beijos e abraços do “TCHICHOLINI” COMO A REGINA DIZ

  4. E Feliz Dia Dos Professores; fantásticos seres humanos que nos recebem como pedras brutas para se lapidar e a cada dia mais e mais, vai nos

    moldando e usando suas fornalhas e martelos ao máximo de seus poderes, até dar nos dar poder suficiente para encararmos a nós mesmos como

    somos e como podemos ser ainda melhores; é duro as marteladas que levamos nos anos de faculdade, lidar com pessoas professores, alunos,

    funcionários e afins de todos os tipos, criações, caráteres, históricos de vidas diferentes; enfim como te disse em uma de suas aulas, temos que

    aprender com vocês professores e com nós mesmos a aprender a aprender e a aprender a desaprender certas coisas, desaprender também é

    aprender, no livro de “Sun Tzu onde é mais conhecido por sua obra A Arte da Guerra, composta por 13 capítulos de estratégias militares.” fala um

    pouco sobre isto, a saber conhecer a ti mesmo antes de conhecer o seu inimigo e saber quem é realmente o seu inimigo; no Eneagrama, ferramenta

    de aprimoramento pessoal e interpessoal aprendemos sobre isto muito bem; aprendi que guardar mágoas ou desafetos pelo passado vivenciado de

    situações das quais vocês nossos professores nos jogam nas fornalhas e nos martelam não vale a pena, temos que ser corajosos o suficiente para

    saber encarar de frente os golpes recebidos e sim desculpar e esquecer, pois no fundo no fundo fomos lapidados de algum modo e nos tornamos mais

    fortes para encarar o mercado e o mundo com a ajuda de vocês mesmos nos mostrando e colocando os espelhos nas nossas frentes e com pequenas

    doses de fornalhas, nos fazendo ter ódio e raiva para lidar com os dizeres recebidos; isto não é fácil; as tropas de elite que se formam no curso de

    Propaganda e Marketing do
    Campus Marquês saem com uma bagagem pessoal e profissional enorme; porém saem também com alguns traumas
    do que vivênciaram nos 4 anos de faculdades (Fefe não me refiro a você ok, só estou escrevendo o meu ponto de vista), tantos dos professores

    quanto dos colegas e amigos que fizeram
    durante a temporada; tanto é que durante os 4 anos, tivemos várias baixas no quesito a saber lidar com a pressão e com as pessoas, tirando os

    problemas financeiro e particulares é claro.
    Mas enfim, parece que foi ontem que eu estava assistindo suas aulas Valdo e as aulas de todos os outros professores e é claro tivemos muitas

    baixas de outros professores também, mas enfim tudo foi um marco para aprendermos a lidar com os fatos.
    Aprendi a como ter boas aulas e más aulas, mas aprendi de alguma forma; pois nas baixas de alguns professores e ou até mau humor de outros pude

    vivenciar isto.
    Foi um choque também quando caiu a ficha que não estavamos mais vivênciando nossas horas das noites com a galera e com os professores; porém

    tudo tudo é um aprendizado.
    Aprendi com todos os professores, colegas e amigos de faculdade a odiar, ter raiva de algumas situações afins das vivências; mas também aprendi

    ainda mais a lidar com pessoas e saber transmutar o ódio e a raiva de algumas situações e das vivências dos espinhos, canalizando-as para o bem

    maior.
    Sensei, veja que não estou aqui para concordar ou discordar e sim escrever o que sinto sobre o meu ponto de vista.
    Parabéns a vocês meus professores Valdo, Regina, André, Carlos, Claudia, Dema, Brengel, Vânia, Lilian e tantos outros que nos fizeram e fazem-nos

    lembrar como foi difícil ser lapidado mas nos fizeram crescer muito e muito.

    Com a Regina é assim ou você a ama ou você a odeia, não tem meio termo, ou é 8 ou é 80.

    Feliz Dia dos Professores Regina.
    Feliz Dia dos Professores Valdo.

    Obrigado por me aguentarem e me lapidarem e saber lidar com meus espinhos, afinal todos nós temos uai.
    Samurai – Carlos Ono
    15/10/2011 – 02:51

  5. Luciana Jagoschitz

    Valdo Querido, interessante que na minha memória quando lembro dos mestres que passaram pela minha vida, sempre foram os mais exigentes que ocuparam um lugar de destaque no meu coração. Mas também houveram outros que mesmo não tão exigentes, com o amor pela profissão e a presença em sala tornaram a experiência de aprendizado algo inesquecível.

    Não concordo que a Regina seja uma ótima professora no sentido de presença em sala, mas como líder ela é marcante. Todo o resumo que fez sobre ela é verdadeiramente notável, tanto que ela ocupa um lugar especial na minha história de vida, Graças a Deus é com carinho que lembro dela e não com mágoa. Nem todos conseguem compreendê-la, mas a vida já havia me dado experiência suficiente para isso,

    Gostaria de destacar aqui uma professora que foi muito criticada na época por sua postura dura em sala, mas pra mim foi espetacular, a Mônica. Uma pena que ela não faça mais parte do quadro de professores de Propaganda e Marketing. Ela foi fundamental pra mim, aprendi muito com ela, fora que conseguiu preencher diversas lacunas e falhas deixadas por aulas não tão boas do passado e pude fechar com chave de ouro o final do curso. Com certeza não teria assimilado plenamente estratégia de marketing sem ela, com todos os detalhes com que conseguiu nos passar. E o que seria de mim sem ela no meu TCC???

    Também deixo aqui a lembrança da Lilian, tão criticada até mesmo pela cúpula. Aprendi muito com ela. Ela não é durona, não grita, não ameaça, não xinga, mas AMA o que faz e ama os alunos. Cada um tem sua personalidade e importância pelo amor que empenha em suas tarefas. Ela sem dúvida é uma das professoras que todos os alunos de PMK guardam com carinho em seus corações.

    E o que falar do Carlos Henrique? Que pessoa fantástica! Aprendi a amar economia por causa dele, assim como aprendi a gostar e compreender a arte por sua causa. Abud, Dema, Brengel, maravilhosos também, quantos bate papos de incentivo, trocas de experiências com estes três professores que viraram praticamente amigos.

    Enfim, parabéns a todos! Parabéns por fazerem parte deste grupo de construtores do pensamento, base fundamental de uma sociedade.

    PS. Nunca é tarde para protestar, minha turma não teve confete, buzina e pirulito na entrega de TCC não… um absurdo! Rs

  6. Vanessa

    Valdo,

    No auge do meu PREX, quando eu estava DESESPERADA e não aguentava mais olhar para o trabalho e para minhas 8 colegas de grupo, me falaram “Calma isso vai passar, daqui a pouco você estará com saudades”. Minha resposta foi imediata, “SAUDADES?? Duvido” e estou eu aqui hoje com saudades dessa fase.
    Tenho saudades dos professores, dos colegas, das horas na praça de alimentação, das promarks, saudades de tirar foto as 23:00 hrs na Av. Angélica da Vaca do Cow Parade (Reginaaa!!), saudades de sair pelas ruas tirando foto das artes de rua (Valdooo!!!), enfim saudades de todas aquelas coisas que achei que não iria sentir.
    A faculdade foi um período maravilhoso, quando lembro da minha época de faculdade, lembro da Vanessa menina que saiu de lá Vanessa MULHER e toda minha mudança com certeza teve contribuição de vocês professores, por isso estou aqui pra desejar a vocês um maravilhoso dia do professor, pessoas essas que enfrentam tantas coisas no dia a dia, alunos desinteressados, bagunceiros, mal-educados, pais que acham que os professores são obrigados a educar seus filhos e tantas outras situações que só muito amor mesmo pela profissão os leva adiante.
    Parabéns Valdo e parabéns equipe da UNIP Marquês, vocês são FERAAAA!!!!

    Um beijo especial!

  7. Joyce Lima

    Gostaria de desejar a todos os mestres que fizeram parte da minha vida um feliz dia dos professores.

    E o que você postou sobre a Regina me fez recordar um dos momentos mais felizes e turbulentos de minha vida . . . . A chegada de um bebê no terceiro ano de faculdade, a vontade inquietante de desistir de tudo, pelo simples fato de achar não conseguir conciliar os momentos, e adivinha quem foi a pessoa que mais me apoiou, isso mesmo a durona Regina, me disse várias vezes que eu conseguiria, me deu força, me fez secar as lágrimas e batalhar pelos meus objetivos. Disse que meu filho se orgulharia disso um dia, e assim eu fui, batalhei e me formei, não foi fácil passar várias horas fora de casa, trabalhando e estudando, mas com o apoio dela e de todos colegas e professores eu consegui.

    Um beijo e obrigada à todos vocÊs que fizeram parte desta jornada. . . .

    Parabéns! ! !

    Joyce Lima

  8. Parabéns pelo texto e pelo seu dia!
    Estamos na reta final do curso e começou a cair a ficha na sexta feira com toda aquela comemoração, entrega de prex e confetes, apesar de tudo sei que vou sentir falta.. É o final de uma fase e início de outra, como tudo na vida.

    Beijos!!

  9. Tatiane Sales

    FATO!

    Todos os dias sãos os seus dias… Obrigada por todo o conhecimento compartilhado! Vocês, nossos mestres (Claudia, Valdo, Brengel, René, Antas, Carlos Henrique, Vania, Nelson, todos os outros que tivemos aulas nos semestres anteriores, e claro, REGINA), enriqueceram as nossas vidas com as noites passadas nestes quatro anos quase completos.

    Um beijo, e até 29/10.

  10. João Beltrame

    Concordo com muita coisa que o Valdo disse, mas acho que se o professor quer ser respeitado, ele precisa saber respeitar o aluno. E isso a Regina fazia apenas com alguns, infelizmente.
    Não guardo mágoas, mas para mim ela foi só mais uma que abusava do poder e destratava muitos alunos…
    Mestres eu posso considerar você, Brengel, Antas, Cláudia.. Vocês sim ensinaram-me algo.

  11. Valdo meu querido!

    vocês professores foram meus segundos pais.
    eu escreveria um livro enorme aqui só falando das coisas que lembro, do que passei e senti por causa de vocês. Lembra da sua enorme bronca por causa do maldito retrovisor removível? eu fikei MUITO puto e qdo li o depoimento q vc me deixou explicando tudo, ficou tão cláro o qto eu tinha sido idiota e precisava passar por isso pra aprender. Essa stuação é a mais clara, mas em 4 anos tiveram mtas outras que nao esquecerei nunca mais!

    sou mto grato a voces, pelo conhecimento nao só academico, mas pessal q eu levei.
    o ano do prex foi o melhor da minha vida e eu faria tudo novamente todos os anos. eu realmente tive um puta motivo pra existir, pra ser útil e gostaria q fosse assim sempre!!!

    eu considero vocês meus professores um exemplo a ser seguido, e acho a regina durona, mas tão incompreendida! enfim… oq eu posso dizer é muito obrigado por tudo!

  12. Sheila

    Querido Mestre Valdo,

    Passei parte dos meus quase 3 anos de faculdade tendo você como professor e agradeço por todas as suas aulas de tanto conhecimento. Foi você que despertou em mim o interesse pelas artes visuais e a amar a história da arte. Você, assim como Regina, Brengel, André Antas, Carlos Henrique, Lilian, Luciana, Karina, Claudia, Leandro, Trovato, Rogério, Vitor ( as aulas de fotografia foram demaissss), Vania, Ary, Derito (querido demais) fizeram de mim uma pessoa mais madura e preparada para o mundo profissional. Uma pena ter mudado de campus no final do 5 semestre, mas pude aqui no campus Norte conhecer maravilhosos professores alguns citados acima e que levarei dentro do meu coração!!

    O ano está acabando, estamos quase nos formando e só poderia dizer: Muito obrigada, sentirei muitas saudades de vocês!! Parabéns a esses queridos Mestres!!

    Beijo enorme!!
    Sheila
    16/10/2011

  13. Giovanni Della Monica

    Parabéns a vocês todos Valdo, Claudia Bouman, Fernando Brengel, Maria Schochter, Christina Guerino, Dema Jorge Filho, à Regina, por ser a professora do dia, e tantos outros dos quais já fui um dia colega de profissão mas que continuarão amigos pra sempre. Vocês são os verdadeiros herois!

  14. Walcenis

    “… meras palavras
    Não podem recompensar
    A alguém que optou por esta carreira
    Que muitas vezes é dolorosa e cheia de espinhos…”

  15. Sirlene

    Em um passado quase distante, me vi em você hoje Regina. Fui bem assim Linha dura mas muito carinhosa com todos. Sabia bem dizer “sim e/ou Não” quando necessário e registrar a nota que o aluno tirava e não que este desejava. Cheguei a sofrer com determinadas decisões , pois paralelo à função de professor sempre trabalhei com cargos comissionados , sendo responsável por chefiar grupos, dirigir setores e coordenar serviços de direitos e vantagens de aproximadamente 15.000 funcionários distribuidos em 25 municípios sob a nossa jurisdição.mas nunca deixei de estar em paz com minha consciência. Fui professor por vocação e não por conveniência. Parabéns a todos que ainda rezam nesta cartilha, em especial a você e ao valdo.! Parabéns! Parabéns!

  16. Valdo, Adorei o texto e obrigada pela homenagem! Você é demais! E, à Regina, como capitanear toda esta máquina, não é fácil não, só tenho a dizer – Parabéns!!!

    Aos alunos que deixaram seu recadinho aqui, muito obrigada por fazer parte do nosso dia-a-dia, o nosso trabalho depende de vocês.

    Bjs e saudades de muitos!!!

  17. Patricia

    A Regina tinha fama de ser rígida,assim como o Valdo,mas para mim,foram meus melhores professores,aqueles caras q terminam a aula e da vontade de saber o q eles pensam sobre as coisas,como eles sao na vida pessoal,desculpe,discordo dessa coisa d ser general,muitas vezes vi a prof Regina se impor d verdade pq agüentar marmanjo d faculdade fazendo baguncinha,falando alto,chegando atrasado e nem sequer pedir licença…acho q esses prof tem q se impor de alguma maneira,por bem ou por mal…por isso q hj esta uma vergonha,alunos agredirem professores…nao se respeita hierarquia,nao se respeita o ser humano …sempre gostei d me comunicar,relacionar mas admiro muito quem tem paciência p ensinar,e um dom,para poucos esse talento.

    Pena que foi pouco enquanto durou….mas como dizia o poeta Fernando Pessoa..“O valor das coisas não está no tempo que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso, existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis, pessoas incomparáveis.”

    Bjos nos 2!

  18. Pingback: Parceiros na estrada « Valdo Resende

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s