Tags

, , , , , , , , ,

Cangaceiros, o sertão pelo que ele é!

Vai até o próximo dia 20 de maio, domingo, a exposição “O sertão: da caatinga, dos santos, dos beatos e dos cabras da peste”. Está no Museu Afro Brasil e merece uma visita, até mesmo um retorno para quem já viu.

Pinturas, gravuras e esculturas estão somadas a roupas, fotografias e uma série de objetos, totalizando 800 obras que retratam o sertão de Luiz Gonzaga, da Seara Vermelha de Jorge Amado e de tantos outros sertões, Guimarães, sem fins! No ano que celebramos Gonzaga e Jorge Amado, nada é pouco. A exposição, um sucesso que levou o museu a ampliar o prazo para visitações, revela os traços marcantes regionais, que favorecem e dificultam a vida humana. O sertanejo, “um forte”, é o ser que estabeleceu a relação de harmonia com a terra, tirando dela o sustento e amando-a com todo o ardor.

Antônio Conselheiro (1955), de Mário Cravo Jr. está na exposição que tem a curadoria de Emanoel Araújo.

O Museu Afro Brasil fica na Avenida Pedro Álvares Cabral, portão 10 do Parque do Ibirapuera e quem quiser detalhes adicionais deve ligar para 3320-8900. As visitas são de terça a domingo, entre 10h00 e 17h00.

Ok! É segunda-feira! Mas que tal preparar-se para o próximo final de semana?

Até mais!