Vinicius de Moraes, para viver grandes amores

Vinicius nasceu em um 19 de outubro

Ter noventa e oito anos, pelos padrões atuais, não é uma idade exageradamente avançada. Certamente é a idade de um senhor, um velho, um ancião. Essas expressões – senhor, velho, ancião – perdem bastante o sentido se a referência é Vinícius de Moraes. Mas seria essa a idade do Poetinha, como foi chamado pelos amigos, se ainda estivesse por aqui.

Vinicius de Moraes faleceu em 1980, aos 66 anos, e para os padrões vigentes de então o poeta, tido como da velha geração, tinha a aura de um jovem e a alma apaixonada do adolescente. Parceiro de gente como Chico Buarque e Toquinho, dois exemplos com duas, quase três décadas mais jovens, era fatal visualizar a “idade avançada” de Vinicius. Como fui bobo por pensar assim!

Hoje consigo perceber a atemporalidade daquele homem. Poemas e canções estão vivos, atuais, tão jovens quanto nunca fui. Neles, Vinicius imprimiu verdades imbatíveis:

E a coisa mais divina
Que há no mundo
É viver cada segundo
Como nunca mais… 

Visto assim, fora do contexto que é toda a letra da canção “Tomara”, esses versos podem lembrar a sofreguidão que a velocidade contemporânea impôs aos incautos. Escrevo isto pensando na próxima sexta-feira, quando milhões de seres sairão em louca disparada, para viver “intensamente” uma noite, uma balada, como se fosse a última e a única coisa. Invariavelmente, na real, procuram alguém. Frequentemente retornam sem ninguém. Vinícius, que nunca ficou sozinho, tudo indica, não suportava correria.

Viver cada segundo, com intensidade, levou o poeta e compositor a ter muitos amores; chamas imensas, infinitas paixões enquanto duraram. Ler sobre suas paixões, ouvir os amigos contando as histórias e vem a certeza: no amor, Vinicius mergulhava de olhos fechados, doava-se tão completamente que cantava cada nova paixão como se fosse a primeira, como se fosse a última.

Essa capacidade de entregar-se por inteiro é artigo raro nos dias de hoje. Percebo muita gente sôfrega em academias, tentando esculpir um corpo que, perene por demais, logo se rebelará e voltará a ser flácido, ou gordo, ou velho; simplesmente um corpo humano. E em noites que deveriam ser puro deleite, vejo pessoas bebendo para camuflar suas inseguranças, para preencher o imenso vazio que permanece porque, literalmente, se jogam no movimento alucinante só da balada. Do amor, esperam obter algo, porque não sabem os versos de “Como dizia o poeta”, que também foi musicado por Toquinho.

Abre os teus braços, meu irmão, deixa cair

Pra que somar se a gente pode dividir?

Eu francamente já não quero nem saber

De quem não vai porque tem medo de sofrer

Ai de quem não rasga o coração

Esse não vai ter perdão.

Vinicius trabalhou com jovens, como Chico Buarque

Vinícius, que nasceu em 19 de outubro, de um ano que já está no século passado continua jovem. Falando de amor (E é bom lembrar o quanto os jovens de hoje falam de amor!), vivendo o amor, tem muito, mas muito que ensinar a todos nós. E com tanta solidão que há por aí, acredito ser uma boa dica a poesia de Vinicius de Moraes, em bibliografia farta e disponível em bibliotecas e livrarias. Se o cidadão não gosta de ler, que tal colocar nesses aparelhinhos ambulantes as letras de Vinícius musicadas por Toquinho, Chico Buarque, Tom Jobim e muita, mas muita gente boa? De quebra, além de refinar o ouvido, a gente aprende a amar melhor.

6 comentários Adicione o seu

  1. O que mais gosto dele são os Afrossambas, com o gênio Baden Powell.

  2. Walcenis disse:

    “A lua que fulgura no céu/ A se esvair em luar” ( Canção da Eterna Despedida).
    Vinicius se via feito para amar e ser amado.

  3. Magda disse:

    Se estivesse vivo, com certeza, estaria fazendo nenem. Hahahahahahah…

  4. Murilo disse:

    Como homem, Vinícius é inesquecível, como poeta, eterno.

  5. Anita disse:

    Toda sua obra não passa de uma bela receita de vida e sobretudo de amor. Grannnnnnnnnnnnnnde Vinícius.

  6. O AMOR FAZ PARTE DE TUDO EM NOSSA VIDA !!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s